por por Hamdullah Ozturk* — publicado 19/09/2017 05h00, última modificação 18/09/2017 16h13
Cada criatura existente no universo revela os nomes e os atributos do Criador
 
Deus é como o sol

Assim o Alcorão nos fala: “Ele, Deus, é o Único da Unicidade Absoluta. Deus é o eternamente rogado por todos, mesmo não tendo necessidade de nada. Ele não gera, nem é gerado. E ninguém é comparável a Ele”. (Alcorão, 112; 1-4).

“...Nosso Senhor é Aquele que cria tudo e dota cada coisa com seu caráter particular e, em seguida, guia”. (Alcorão, 20;50).

 

“Um artista não está presente numa obra feita por ele, assim como Deus não se faz presente no universo que O mesmo criou. Cada criatura existente no universo revela os nomes e os atributos de Deus, bem como as obras artísticas revelam as atitudes do artista”. (Alcorão, 3;190-191).

Dizer, porém, que Deus não se faz presente naquilo que Ele criou não significa que há uma distância entre Ele e o que criou. Portanto, isso significa que o mesmo não se faz presente nas criaturas. Contudo, Deus está presente em tudo o que criou por meio da transparência dos Seus nomes e atributos (Alcorão, 57;4).

Aqueles que sentem esta proximidade, vivem a profunda felicidade de contiguidade d’Ele.

Um exemplo do espelho explica melhor a questão de “estar próximo por meio do reflexo ou representação dos nomes e atributos, porém O mesmo não estar presente”. Quando olhamos no espelho, nos vemos nele. O nosso corpo, nossos olhos, nossas sobrancelhas, nossos cabelos, todos os detalhes existentes nele e tudo o que estiver no âmbito se observam no espelho. Sabemos bem que não estamos dentro do espelho com nossas personalidades. O espelho nos reflete com tudo que temos, mas não estamos nele.

Outro exemplo para explicar esta relação Deus-criatura é o exemplo do sol. O sol em si fica muito longe de nós. Com a sua luz e o seu calor, está sempre conosco, assim como a transparência dos nomes e os atributos de Deus.

Nossos olhos enxergam graças àquela luz. Os nossos alimentos amadurecem graças à luz e ao calor do Sol. Inclusive, as superfícies transparentes e a água também refletem o sol, assim como um espelho.

Os atributos de Deus são classificados em três categorias. Estes são aqueles que nos ajudam a conhecer as características d’Ele, a compreender as ações d’Ele, assim como nos ajudam a entender a existência d’Ele. Os nomes de Deus são, no entanto, inúmeros. O nome Allah, ou Alá, é o que abrange todos os outros. Portanto, outros nomes são mais para nomear os atributos e os atos de Deus.

Alguns de tais nomes são citados no Alcorão, como o Clemente (Rahman), o Misericordioso (Rahim), o Glorioso (Aziz) e o Munificante (Karim). Por outro lado, conhecemos alguns de Seus nomes pelos dizeres do profeta Muhammad. Somam 99 os nomes informados no Alcorão e nos dizeres do profeta.

Deus deu a vida a todos os seres vivos a partir de água (Alcorão, 21;30). Criou o ser humano do barro e citou todas as etapas da criação do ser humano no Alcorão. Depois destas etapas, soprou do Seu Espírito ao corpo do ser humano (Alcorão, 32;7-9). Por isso, o corpo humano é mortal, mas com o seu espírito poderá viver uma vida eterna. Quando o ser humano morre, a sua morte é corporal, portanto, o seu espírito passa a uma dimensão chamada Barzakh e a sua vida continua ali.

O exemplo da criação de Jesus, perante Deus, se assemelha à criação de Adão (Alcorão, 3;59). Deus criou Adão do nada, e criou Jesus sem ter um pai. Jesus é um verbo e o mensageiro de Deus. Deus transmitiu Jesus do Seu Espírito a Maria (Alcorão, 4;171).

A mente humana pode conceber a existência de Deus por meio das provas, assim como conhece os Seus atributos e nomes pelos profetas e livros enviados por Ele, mas não pode conceber a Sua Personalidade. O ser humano pode avançar o quanto quiser com a sua mente e sua imaginação. Deus está além de qualquer pensamento e, da imaginação, é inconcebível.

*Tradução: Atilla Kus. Revisão: Mustafa Goktepe

 

Carta Capital///

0 comentários | Escrever comentário