Em 14 de junho de 1928, nascia em Rosário, Argentina, Ernesto Guevara de La Serna, revolucionário conhecido mundialmente por CHE.

Formado em Medicina, tendo viajado muito pela América Latina, em 1955, optou por juntar-se a Fidel Castro e outros revolucionários que vivam na cidade do México.

De lá partiu o barco Granma que levaria Che, Fidel, Raul e outros de volta à ilha de Cuba. Da Sierra Maestra até Havana foram três anos de guerrilha contra o governo ditatorial de Fulgêncio Batista. Os revolucionários chegam em Havana nos primeiros dias de 1959, assumindo o poder.

Che foi presidente do Banco Nacional, ministro da Economia no governo socialista de Fidel.

Foi assassinado em 9 de outubro de 1967, na Bolívia. Em 1997, seus restos mortais foram descobertos em uma vala comum, junto com outros seis companheiros. Levados à Cuba, repousam no Mausoléu construído em sua homenagem, na cidade de Santa Clara. 

Para lembrar a data, acontece no auditório da Casa da Cidadania Erton Lampert, (Rua Gaspar Martins, 713), às 19h30MIN, o evento “CUBA - Experiência na 13ª Brigada Internacional de Solidariedade 1º de Maio”, da qual participou o ex-vereador Juarez Braga Zamberlan, que falará sobre o aprendizado na ilha do Caribe, seguido de debate. A Brigada acontece anualmente entre a última semana de abril e a primeira semana de maio, tendo o ponto culminante no Desfile do Dia Internacional do Trabalhador, na Praça da Revolução, em Havana. 

O EVENTO É ABERTO A TODOS OS INTERESSADOS.

PARTICIPE!

Juarez Braga Zamberlan - Jornalista///zamberlan.braga@gmail.com

0 comentários | Escrever comentário