ECONOMIA

Corecon 7.919

Monarquia - Somos ensinados na escola que o Brasil é uma federação de estados. Isto só existe no papel. Como me disse um ex-prefeito, o nosso país não é uma república federativa, mas sim um estado unitário. Não haverá possibilidade de efetivo desenvolvimento regional enquanto todo o dinheiro arrecadado for direto para Brasília, e só depois algumas migalhas retornarem para os estados. Sem uma modificação na divisão dos recursos públicos, visando a permanência dos tributos nos seus locais de origem, a nossa capital federal continuará sendo a Disneylândia, onde a única preocupação é gastar os impostos dos contribuintes.

Disparidade - Abriu concurso para policial do legislativo, e o salário inicial é de R$ 12.000,00. Enquanto isso um brigadiano de Brasília ganha um terço daquele valor. Sem dúvida alguma, é a ilha da fantasia. Colocar a capital de uma nação no meio do cerrado, distante dos centros econômicos e políticos, talvez tenha sido uma estratégia para manter os principais políticos bem distantes da massa indignada.

Perfect Storm - Tempestade Perfeita. Realmente os economistas gostam de inventar novos termos. Este refere-se a combinação do aumento na taxa de juros dos Estados Unidos, depreciação cambial, rebaixamento da nota atribuída as contas públicas do Brasil, e uma fuga de capitais estrangeiros. Quando? 2014.

Desorganização - Estou delirando ou realmente há uma placa indicando uma nova área industrial perto das lombadas eletrônicas, às margens da BR 468?! O local destinado a instalação de empresas e indústrias é em Padre Gonzales, e o que que a prefeitura fez? Permitiu a construção de diversas casas naquele local. Ou não há plano diretor em nosso município, ou ele não é seguido a risca. A terceira possibilidade é que ele tenha sido mal feito. Incrível. Gostaria de uma explicação.

Um fabuloso final de semana a todos.

fernandobzuchetto@gmail.com

0 comentários | Escrever comentário