O Theatro São Pedro foi palco da cerimônia, marcada por requinte e diferenciais. Na foto, o governador Sartori, secretários e representantes de entidades e apoiadores do evento. (Foto: Divulgação)

Uma cerimônia de requinte e bom gosto, refletindo a cultura e os valores do Rio Grande do Sul. Neste cenário, foi lançada na manhã desta quinta-feira (10) a 40ª edição da Expointer, tendo como palco o Theatro São Pedro, em Porto Alegre. “O campo cria o futuro” é o slogan do evento, que ganhou diferencial em todo o seu contexto, iniciando com a apresentação de um vídeo, relatando a trajetória da exposição ao longo dos anos.

Na sequência, quem ganhou o microfone foi o Guri de Uruguaiana, seguido pela Orquestra de Câmara do Theatro São Pedro, que executou músicas gauchescas. O cantor Elton Saldanha, com um grupo de músicos, interpretou o tema da Expointer 2017, centrado no conceito “a nossa marca do Sul”.

Com plateia lotada, representada por lideranças de todos os segmentos e autoridades, o lançamento ganhou continuidade com a palavra dos representantes das entidades apoiadoras: Fetag-RS (Federação dos Trabalhadores da Agricultura), Ocergs (Cooperativismo), Febrac (Federação Brasileira das Associações de Criadores de Animais de Raça), ACCC (Associação dos Criadores de Cavalo Crioulo), além da citação do prefeito de Esteio, Leonardo Pascoal; do presidente do Simers, Cláudio Bier, e do vice-presidente da Farsul, Gedeão Pereira.

O secretário de Agricultura do RS, Ernani Polo, destacou as novidades desta edição, a começar pelo formato e local escolhido para a cerimônia de lançamento, pois marca uma data histórica. “São 40 edições que reafirmam o que já fazíamos no Parque da Redenção e no Menino Deus desde 1901”, declarou. Ele enfatizou que 2017 é um ano de dupla realidade, pois resultou em uma colheita recorde, porém com preço ruim. “Uma frustração de renda para o produtor que nunca desiste de sua produção.”

Ernani Polo destacou que a Expointer é o lugar onde cidade e campo se encontram. (Foto: Dani Barcellos/Palácio Piratini)

Este ano, a Expointer, que acontecerá de 26 de agosto a 3 de setembro, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, terá, segundo o secretário, genética de ponta, tecnologia, conhecimento, informação, reunindo no local mais de 280 eventos, mais de 200 expositores no pavilhão da agricultura familiar e mais de 60 artistas, levando aos visitantes seu talento e a tradição gaúcha. Tudo em uma verdadeira integração do campo com a cidade.

O secretário do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, Tarcísio Minetto, reforçou que a Expointer, nesta edição, visa fortalecer a conectividade do setor do agro, oferecendo opções que contribuam para o desenvolvimento do nosso Estado no campo da tecnologia, da inovação e mercado. “O desafio é melhorar nossas conexões”, afirmou.

Tarcisio Minetto destacou os investimentos que o Estado faz na agricultura familiar. (Foto: Dani Barcellos/Palácio Piratini)

O encerramento da solenidade de lançamento da feira contou com a palavra do governador José Ivo Sartori, que mencionou ser a Expointer “um patrimônio de todos, patrimônio do Rio Grande do Sul, patrimônio do nosso País, sob o ponto de vista da qualidade”. Ele destacou que, em todas as edições, a Expointer “celebra a força do campo que mantém sempre o mesmo dinamismo, mostrando o que há de melhor na agricultura e na pecuária do Rio Grande do Sul, resultado da construção coletiva de um trabalho que é executado o ano todo”. (Clarice Ledur)

0 comentários | Escrever comentário