Nota do gabinete de Benjamin Netanyahu diz que instituição "se tornou o teatro do absurdo"

srael anunciou, nesta quinta-feira, sua retirada da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), como os Estados Unidos, por causa da tomada de partido anti-israelense, segundo os dois, da organização da ONU.

 

O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu "deu a instrução ao Ministério das Relações Exteriores para preparar a retirada de Israel da organização, paralelamente aos Estados Unidos", afirma uma nota de seu gabinete. "A Unesco se tornou o teatro do absurdo, onde se deforma a história, em vez de preservá-la", acrescentou. 

correio do povo///

0 comentários | Escrever comentário