O delegado da polícia federal, Milton Fornazieri Júnior, afirmou que é hora de prender "outros líderes de viés ideológico diverso" - sic; para ele, a prisão de Lula, aparentemente, vai desencadear uma "caça" a todos os outros políticos que já têm vários processos em andamento na justiça; Fornazieri citou literalmente Temer, Aécio e Alckmin

 

9 DE ABRIL DE 2018 ÀS 06:57 //

 

247 - A prisão de Lula parece ter causado um frisson em procuradores e policiais da PF. Dizem eles que agora é de prender "outros líderes de viés ideológico diverso". O delegado da Polícia Federal Milton Fornazari Júnior, responsável pela Delegacia de Repressão a Corrupção e Crimes Financeiros em São Paulo (Delecor), citou até nomes em post de rede social: Temer, Aécio e Alckmin. 

Fornazieri é responsável pela apuração sobre o cartel do Metrô de São Paulo. Também cuidou do inquérito que apura desvios de recursos nas obras do Rodoanel, em São Paulo, que acabou levando o operador do PSDB, Paulo Preto, à prisão. 

Leia mais aqui

0 comentários | Escrever comentário