A produção da Secretaria Municipal da Saúde de Três Passos em alguns setores foi tema de entrevista concedida ao programa Atividade da Rádio 92 FM, no dia 06 de setembro.

Na ocasião, estiveram presentes a secretária Municipal da Saúde, Maria Adelaide Hertz; a coordenadora das Unidades de Saúde, Leila Bender; e a servidora Maria Helena Krummenauer.

Entre os assuntos relatados estiveram os números de atendimento da Central de Agendamento e Consultas/ Exames Especializados, assistência farmacêutica e transporte sanitário; a produção das oito Estratégias da Saúde da Família (ESF’s) do Município e de programas específicos; e por último, esteve em pauta a readequação da estrutura de funcionamento da UPA, o repasse mensal que está sendo pago rigorosamente em dia ao Hospital e os valores devidos pelo Governo do Estado ao Município de aproximadamente R$1.789.978,45 milhão, entre outros. 

A secretária de Saúde explicou que o projeto para funcionamento da estrutura da UPA foi aprovado pelo Conselho Municipal de Saúde e apresentado à Comissão Intergestores Regional (CIR) e à Comissão Intergestores Bipartite (CIB/RS), e que agora aguarda publicação da Portaria do Ministério da Saúde que regulamenta o Decreto nº9.380/2018 que trata sobre a readequação. No Município o serviço vai ser denominado de Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão SUS.  

Em relação ao contrato de complementação de serviço mantido com o Hospital de Caridade, onde são repassados anualmente cerca de R$1,2 milhão, a secretária enfatizou que os repasses estão rigorosamente em dia, inclusive, com antecipação de valor deste contrato na ordem de R$500 mil, realizada em dezembro de 2017.

Já sobre os recursos das Emendas Impositivas foi realizada uma reunião no dia 23 de agosto, com a participação dos Poderes Executivo e Legislativo, Ministério Público, Conselho Municipal de Saúde e Hospital. Na oportunidade, o assunto foi amplamente discutido, sendo formalizada uma comissão que fará uma consulta regimental junto aos órgãos competentes, quanto a forma e legalidade de transferência de recursos públicos, tendo em vista que o Hospital de Caridade não consegue atender os requisitos exigidos na legislação para receber este tipo de recurso.

Vale ressaltar que uma entrevista no mesmo contexto foi concedida à Rádio Difusora, 29 de agosto.

 

ACOMPANHE OS NÚMEROS:

ü    Na central de agendamento passa em média 6 mil pacientes/mês.

ü    Foram transportados em 2017 mais de 12 mil pacientes para tratamento em Ijuí, Passo Fundo, Porto Alegre, Tenente Portela, Santa Maria, e outros municípios, nas áreas da oncologia, radioterapia, quimioterapia, hemodiálise, cardiologia de alta complexidade...

ü    No ano de 2017 foram mais de 72 mil encaminhamentos.

ü    Foram autorizados em 2017 mais de 110 mil exames de laboratórios.

ü    Foram mais de 12 mil consultas pelo CISA em 2017; e mais de 15 mil consultas pelo SISREG/SUS.

ü    Em medicamentos via CISA, Município e mais toda a judicialização foram investidos mais de R$800 mil em 2017 na Assistência Farmacêutica.

ü    O transporte sanitário foi remodelado, sendo criado o Programa Conduz Vida onde foi investido R$500 mil na compra de um micro-ônibus e uma van.

ü    Em 2017 nas oito Unidades de Saúde foram realizados 220 mil atendimentos no geral; e somente nestes 07 primeiros meses de 2018, já foram realizados 133 mil atendimentos.

ü    Em média 120 pessoas são atendidas por dia em cada ESF.

ü    São realizadas 3.500 consultas médicas mês na Atenção Básica.

ü    9 mil procedimentos e atendimentos de enfermagem são realizados por mês nas ESF’s.

ü    717 atendimentos odontológicos mês.

ü    Mais de 60 mil atendimentos no Programa Três Passos em Movimento desde a sua criação em 2011.

ü    Mais de 4 mil alunos atendidos no Programa Saúde na Escola (PSE) somente em 2018, das escolas municipais e estaduais do município.

 

-- 

Elenara de Oliveira
Jornalista Reg. Nº 17796
Assessora de Comunicação da Prefeitura de Três Passos
0 comentários | Escrever comentário