Juíza pediu transferência para Porto Alegre para garantir interesse da ordem pública e segurança dos acusados

Foto: Vinicius Araujo

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS) decidiu, nesta quarta-feira, que o júri do caso do homicídio do menino Bernardo Boldrini será mantido na Comarca de Três Passos. Com isso, os acusados pelo crime, Leandro Boldrini, Graziele Ugulini, Evandro e Edelvânia Wirganovicz, serão julgados no município por decisão da maioria da 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça, que negou o pedido feito pela juíza Sucilene Engler Werle, titular da Vara Judicial daquela Comarca.

No pedido, a magistrada considerou que a transferência do local do julgamento (chamado de desaforamento) para a Comarca de Porto Alegre seria medida necessária para garantir o interesse da ordem pública, a imparcialidade do júri e a segurança pessoal dos acusados.

correio do povo///

0 comentários | Escrever comentário