Presidente do Cremers pediu isolamento para evitar contágio com o Coronavírus

 

| Foto: Thibault Savary / AFP / CP

 

 

O presidente do Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul (CREMERS), Eduardo Neubarth Trindade, reforçou o pedido de isolamento da população como forma de conter o novo Coronavírus. Em entrevista ao programa Bom Dia, na manhã desta terça-feira, ele destacou que a maior parte das pessoas vai ter a doença, mas irá se curar sozinha. “Um percentual muito grande da população terá a doença. Até nós podemos desenvolver, porque as pessoas que estão circulando. Eu sigo trabalhando, embora tenha evitado o contato. Mas é provável que eu vá ter e eu mesmo me cure, como a maior parte das pessoas. A doença acomete muita gente. Não temos muitos casos graves, mas mesmo assim será um percentual grande. Muitas pessoas terão a doença e não vão saber que tiveram” aponta. O presidente destacou os pacientes assintomáticos, que devem se recuperar plenamente da doença. No entanto, os grupos de risco apresentam maior preocupação e não haverá leitos suficientes nos hospitais. Conforme Trindade, a Alemanha, por exemplo, tem mais leitos do que a Itália, Espanha e Portugal juntos, mas ”isso não quer dizer que as pessoas vão sobreviver, muitos entram em ventilação mecânica e não sobrevivem”’. O presidente do conselho reforça: é melhor prevenir do que tratar. Sobre os idosos, Trindade pede que não façam nem mesmo caminhadas ao ar livre. Ele destaca que existem vídeos na internet orientando exercícios em casa. Ele aponta, ainda, que o vírus fica vivo em estruturas inanimadas, como corrimão e maçaneta. Por vezes, a contaminação pode acontecer só em sair de casa, principalmente nos grupos de risco.

Como prevenir o contágio do novo coronavírus

De acordo com recomendações do Ministério da Saúde, há pelo menos cinco medidas que ajudam na prevenção do contágio do novo coronavírus:

• lavar as mãos com água e sabão ou então usar álcool gel.

• cobrir o nariz e a boca ao espirrar ou tossir.

• evitar aglomerações se estiver doente.

• manter os ambientes bem ventilados.

• não compartilhar objetos pessoais.

 

 

 

CORREIO DO POVO///

0 comentários | Escrever comentário