AO VIVO - Clique aqui para tocar a Rádio Tertúlia Web

Ex-presidente chega a 58% das intenções de votos, contra 31% do atual mandatário.

Lula e Bolsonaro aparecem como principais nomes para 2022 (Montagem Dom Total)

 

Pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira (9) aponta que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ampliou sua vantagem sobre Jair Bolsonaro (sem partido). O ex-presidente lidera ainda nos dois cenários apresentados para o eleitor e em todas as simulações de disputa de segundo turno. Se a eleição fosse hoje, Lula venceria Bolsonaro em um eventual segundo turno por 58% a 31%. Na pesquisa anterior feita pelo instituto em 11 e 12 de maio, Lula tinha 21% na espontânea, Bolsonaro marcava 17% e Ciro Gomes (PDT), 1%. Agora, o petista pula para 26%, o presidente oscila para 19% e o pedetista, para 2%. Lula também fica à frente nos dois cenários de primeiro turno. O ex-presidente fica à frente com 46%, ante 25% de Bolsonaro. Já Ciro aparece com 8% e 9%, respectivamente. Assim como no levantamento de maio, outros candidatos marcam 2%. Votos nulos ou brancos somam 7% (8% antes). O levantamento presencial ouviu 2.074 pessoas com 16 anos ou mais nos dias 7 e 8 de julho. A margem de erro máxima é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

 

Rejeição cresce e 59% dos eleitores não votariam em Bolsonaro de forma alguma, diz Datafolha -

 

Principal concorrente de Bolsonaro, Lula tem rejeição de 37%, mesmo percentual de João Doria. Rejeição de Bolsonaro era de 54% no levantamento anterior, feito entre 11 e 12 de maio. (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

 

Seguindo a tendência de proporção de brasileiros que rejeitam o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) - pouco mais da metade da população (51%) -, pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira (9) pelo jornal Folha de S. Paulo mostra que 59% da população não votaria no atual chefe do Executivo. Esse índice era de 54% no levantamento anterior, feito entre 11 e 12 de maio. Em uma análise da rejeição eleitoral dos adversários políticos do presidente, levantamento mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o governador paulista, João Doria (PSDB), ficam empatados em 37% de rejeição. Na sequência, vem Ciro Gomes, do PDT, com 31%, e o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta, do DEM, com 23%. Sobre a possibilidade de Bolsonaro e de Lula disputarem um segundo turno nas eleições do ano que vem, pesquisa de citação espontânea mostra que o petista ganharia o pleito por 58% dos votos, ante 31% de Bolsonaro. O novo levantamento do Datafolha foi realizado quarta (7) e quinta-feira (8). Nele, 2.074 eleitores foram ouvidos presencialmente pelo Brasil. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

 

 

 

Agência Estado/Dom Total///

0 comentários | Escrever comentário