AO VIVO - Clique aqui para tocar a Rádio Tertúlia Web

O deputado estadual de São Paulo, Castello Branco (PL) apresentou um projeto para criar a “Rota Turística do Tiro” naquele estado

 

Foto: AssCom - Dep Castello Branco/Alesp

 

 

 

Se de um lado, Bolsonaro briga para não destinar recursos as mais diversas manifestações da cultura nacional, de outro, seus apoiadores lutam por iniciativas que façam apologia ao armamento da população. No último dia 26 de abril, o deputado estadual bolsonarista de São Paulo, Castello Branco (PL) apresentou um projeto para criar a “Rota Turística do Tiro” naquele estado. Segundo Castello Branco, inicialmente a ideia reunirá 34 cidades onde há clubes de tiro e a prática da modalidade de forma esportiva, mas que outras cidades podem ser agregadas em um futuro. Entre elas, estão Mogi das Cruzes, Ribeirão Preto, Santos, São Bernardo do Campo e a capital. Outras poderão ser agregadas no futuro. O deputado Bolsonarista vai mais longe. Além de fomentar o tiro “esportivo, de defesa, tático e/ou especializado”, sua ideia, diz, poderia gerar empregos e renda. “Mais do que um hobby, a atual prática do tiro no Brasil é um estilo de vida”, diz o deputado na justificativa do projeto. Ele ainda cita outras potencialidades para os adeptos da prática: serviços como clubes de tiro de luxo, treinamento exclusivo para mulheres e até a “tiroterapia” em família em hotéis rurais.

 

 

 

Extra Classe///

0 comentários | Escrever comentário