Cotação do dia

USD/BRL
EUR/USD
USD/JPY
GBP/USD
GBP/BRL
Trigo
R$ 115,00
Soja
R$ 180,00
Milho
R$ 82,00

Tempo

Beto promete que saneamento básico vai ser prioridade da futura gestão

Beto promete que saneamento básico vai ser prioridade da futura gestão

 

Apenas 19% da população gaúcha tem acesso a esgoto tratado

O futuro secretário de Infraestrutura do Estado, Beto Albuquerque, disse nesta quinta-feira que melhorar os índices de tratamento de esgoto no Rio Grande do Sul é uma das prioridades do novo governo do Estado. Ele representou a nova gestão no seminário promovido pela Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), nessa manhã, sobre a situação do saneamento básico e os desafios do setor para superar o déficit.

No Rio Grande do Sul, apenas 19% da população têm acesso a esgoto tratado, sendo que a média nacional é de 50%. No ranking brasileiro, o Estado fica na 16ª posição, atrás de Santa Catarina, Acre e Ceará, por exemplo. Durante o seminário, prefeitos apresentam a realidade de seus municípios e a Corsan, responsável pelo setor em 350 deles, explica as dificuldades para gerir a área.

Entre os prefeitos está o de Uruguaiana, Sanchotene Felice. Depois de um contrato de 20 anos com a Corsan, a cidade abriu concorrência pública para que empresas apresentassem propostas para gerir o saneamento no município. Três concorreram e a vencedora prometeu investir R$ 160 milhões em cinco anos, melhorando a situação da falta de esgoto na cidade. No contrato, a empresa promete ainda diminuir em 14% o valor da tarifa paga pela água. Apenas 10% dos 140 mil moradores de Uruguaiana tem esgoto tratado. O prefeito atribui a deficiência ao gerenciamento incorreto do setor pela Corsan.

Agenda