Cotação do dia

USD/BRL
EUR/USD
USD/JPY
GBP/USD
GBP/BRL
Trigo
R$ 115,00
Soja
R$ 180,00
Milho
R$ 82,00

Tempo

Tarso pede postura fiscalizadora da imprensa em seu governo

Novo governador do Estado afirmou que a transparência será a marca de sua gestão


 

Em discurso no Palácio Piratini, Tarso Genro enalteceu sua ligação com o PT, ressaltando que sua gestão será alinhada com as ideias do partido, e prometeu um governo transparente . Ele falou por cerca de 20 minuto, após ouvir as palavras de despedida de Yeda Crusius.

O petista garantiu que a imprensa terá um "apoio especialíssimo" para fazer seu trabalho nos próximos quatro anos. Acrescentou também que espera uma postura fiscalizadora dos meios de comunicação.

Tarso disse que sua vitória no primeiro turno não fez uso de qualquer agressão pessoal aos demais candidatos. Sob aplausos, citou Olívio Dutra como um referencial ético e político.

Em seguida, o petista se referiu a três personagens do século passado: o gaúcho Erico Veríssimo, "que abriu os olhos de todos para o significado do Rio Grande". O também gaúcho Raimundo Faoro, sociólogo e historiador, "um exemplo de formulador de grandes teorias que criticaram o patrimonialismo que perseguiu o Estado brasileiro". Por último, o africano Nelson Mandela, "uma representação espiritual, moral e política de um novo processo mundial".

Ovacionado, Tarso terminou seu primeiro discurso no Palácio Piratini às 10h20min. Em seguida, acompanhou Yeda Crusius até a porta do Palácio, ato simbólico da transmissão do cargo.

Antes do discurso do novo governador, Yeda falou por 20 minutos e destacou programas de combate à violência feitos em sua gestão.

Cerimônia de posse
Tarso Genro chegou à Assembleia Legislativa do Estado às 8h15min deste sábado. Cerca de 15 minutos depois, às 8h30min, a cerimônia de posse começou, sem atrasos, sob o com presidente da Assembleia Legislativa, Giovani Cherini.

Depois de recitar o compromisso constitucional, Tarso Genro e o vice-governador, Beto Grill, assinaram o termo de posse.

Em discurso, Cherini enalteceu o novo governador e disse que quem acompanhou Tarso na campanha "viu um político diferente, dialogando com todos". Ao defender uma "política cooperativa", levou para a tribuna "elos coloridos da cooperação", que disse serem a marca de sua gestão na Assembleia.

No plenário, Tarso falou por nove minutos. Seguindo o tom que adotou na campanha, ele reafirmou a intenção de governar com diálogo para a "construção de consensos possíveis". O novo governador também criticou o que chama de tentativa subliminar de desmoralização dos partidos.

Tarso disse que sua vitória no primeiro turno não fez uso de qualquer agressão pessoal aos demais candidatos
Foto:Genaro Joner

zh/

Agenda