Cotação do dia

USD/BRL
EUR/USD
USD/JPY
GBP/USD
GBP/BRL
Trigo
R$ 115,00
Soja
R$ 180,00
Milho
R$ 82,00

Tempo

Internacional bate o bravo Esportivo

Dupla Caio e D’Alessandro decide e Internacional bate o bravo Esportivo

Time de Bento Gançalves jogou até melhor durante praticamente primeiro tempo inteiro, mas expulsão de Ediglê facilitou os trabalhos Colorados, que venceram por 2 a 0

Parecia que ia ser duro, complicado, do jeito que Dunga gosta, mas o Internacional conseguiu facilitar e vencer o jogo contra o Esportivo, neste sábado, no Estádio do Vale, em Novo Hamburgo, pela quinta rodada da Taça Farroupilha, o returno do Gauchão. O Colorado foi ajudado pela expulsão do zagueiro Ediglê no final da primeira etapa e conseguiu sair com a vitória por 2 a 0. Os destaques foram as boas atuações de D’Alessandro e Caio, que com um passe e gol para cada, acabaram com o jogo. O gol do Talismã, aliás, foi seu primeiro com a camisa do Inter.

Com o resultado, o Colorado se distancia ainda mais do Esportivo no Grupo B e abre três pontos de vantagem em relação a Juventude e Veranópolis, que permanecem com dez, mas se enfrentam neste domingo. O Alviazul fica na quarta colocação, mas pode ser ultrapassado pelo São Luiz, caso este vença o Santa Cruz.

O JOGO

Se fosse para escolher um time melhor até o lance do gol do Inter, aos 45, este seria o Esportivo. O time de Bento Gonçalves não teve medo e partiu para cima, tanto que aos 30 segundos, o perigoso Paulo Josué recebeu livre na área, mas tentou de primeira e mandou para longe. O jogador, meia-atacante na maioria dos jogos, estava improvisado na ala-esquerda, mas mesmo assim deu muito trabalho para os defensores colorados.

E não foi só ele quem chamou a atenção dos adversários: aos cinco minutos, Léo, ex-Inter, aproveitou passe errado displicente de D’Alessandro, pegou de primeira e acertou o travessão, assustando Muriel e toda a torcida colorada. O primeiro chute do Inter só veio aos 11, com cobrança direta de falta de D’Alessandro, que obrigou Fabiano a espalmar para o lado.

E o ”ala-meia-atacante” Paulo Josué aprontou novamente. Desta vez, o artilheiro do Esportivo no campeonato com cinco gols deu um drible da vaca no ar para cima de Gabriel e chutou de canhota, mas a bola pegou na trave esquerda de Muriel. O Inter não conseguia imprimir seu jogo, com Airton e Josimar tendo dificuldades para fazer a saída de bola. Em uma cobrança de escanteio de Dátolo, duas cabeçadas dos zagueiros Moledo – este saiu ainda no primeiro tempo – e Juan para ótimas defesas de Fabiano.

 
A lua deu o ar da graça no jogo do Inter contra o Esportivo (Foto: Ricardo Rimoli/LANCE!Press)  

Já que o Inter não conseguia sozinho, Ediglê, ex-zagueiro Colorado, resolveu dar uma ajudinha. Em menos de cinco minutos, ele levou dois cartões amarelos e foi expulso aos 42, com razão. E o time de Dunga se aproveitou disso. D’Alessandro roubou uma bola na raça na ponta direita da área e cruzou para a cabeçada de Caio, que fez seu primeiro gol pelo seu novo clube.

SEGUNDO TEMPO

A volta do intervalo foi bem diferente do início do jogo. A pressão que o Inter impôs neste começo, muito por conta de ter um jogador a mais em campo, apesar da recomposição do técnico Luis Carlos Winck no intervalo, foi muito intensa e não aconteceu no primeiro tempo. Caio, Dátolo e D’Alessandro chegavam com muito perigo, mas não conseguiam acertar o alvo.

A pressão, enfim, deu resultado, aos 14 minutos. Caio recebeu ótimo passe de Fabrício e cruzou para D’Alessandro fuzilar com o pé direito e mandar para o fundo do gol, por baixo do goleiro Fabiano. Falando em goleiro, Muriel mal viu a cor da bola na segunda etapa. As mexidas do técnico Winck não surtiram efeito e o ataque do Esportivo parecia inofensivo.

Com o resultado já garantido, o Inter tirou o pé e só aguardou o apito final, já que nesta segunda-feira o time viaja para o Acre enfrentar o Rio Branco, às 22h, pela estreia da Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 2 X 0 ESPORTIVO

Local: Estádio do Vale, Novo Hamburgo (RS)
Data/hora: 30/3/2012 – 21h (horário de Brasília)
Árbitro: Márcio Chagas da Silva (RS)
Auxiliares: José Inácio de Souza (RS) e Charles Lorenzetti (RS)
Renda/Público: Não divulgados
Cartões Amarelos: Fabrício e D’Alessandro (INT); Ediglê, Sávio e Fabiano (ESP)
Cartões Vermelhos: Ediglê (ESP)
GOLS: Caio, aos 45’/1ºT (1-0) e D’Alessandro, aos 14’/2ºT (2-0)

INTERNACIONAL: Muriel; Gabriel, Rodrigo Moledo (Romário – 36’/1ºT), Juan e Fabrício; Airton (Otávio – 31’/2ºT), Josimar, Dátolo e D’Alessandro; Caio (Rafael Moura – 19’/2ºT) e Leandro Damião.  Técnico: Dunga.

ESPORTIVO: Fabiano; Ediglê, Victor e Raone; Erick, Mateus Santana, Fábio Oliveira, Rafael Bittencourt (Gabriel – 25’/2ºT) e Paulo Josué; Gilian (Lucas – 31’/2ºT) e Léo (Julian – Intervalo). Técnico: Luis Carlos Winck

Leia mais no LANCENET! http://www.lancenet.com.br/internacional/Caio-marca-Inter-bravo-Esportivo_0_892110892.html#ixzz2P7O9JamF
© 1997-2013 Todos os direitos reservados a Areté Editorial S.A Diário LANCE!

Agenda