Cotação do dia

USD/BRL
EUR/USD
USD/JPY
GBP/USD
GBP/BRL
Trigo
R$ 115,00
Soja
R$ 180,00
Milho
R$ 82,00

Tempo

Após reunião com Lula, presidente do PSB diz aliança em 2022 depende dos palanques nos estados

"Há demandas que apresentamos que não apresentaram solução", disse Carlos Siqueira, presidente do PSB

 

20 de dezembro de 2021, 17:21 h

 

Lula, Geraldo Alckmin e Carlos Siqueira (Foto: Stuckert | ABr | Divulgação)

 

 

 

247 – O presidente do PSB, Carlos Siqueira, disse que o ex-presidente Lula demonstrou “interesse” em ter Geraldo Alckmin como candidato a vice em sua chapa, pelo PSB, mas que o partido quer contrapartidas estaduais do PT. No encontro, petistas e pessebistas discutiram a possibilidade de filiação de Alckmin ao PSB para ser candidato a vice-presidente da República na chapa de Lula em 2022. A informação é da jornalista Andrea Sadi, do G1. “Há demandas que apresentamos que não apresentaram solução. O PT precisa decidir qual seu objetivo: se é conquistar a Presidência ou disputar com os aliados governos estaduais. A relação precisa ser de mão dupla: de mão única fica difícil dar certo”, teria dito Siqueira à coluna. Siqueira se encontrou com o ex-presidente Lula nesta segunda-feira (20), em reunião em São Paulo, estado que tem uma das demandas de negociação, que inclui também Rio de Janeiro, Pernambuco e Rio Grande do Sul. “É preciso haver concessão. Quem quer tudo pode ficar sem nada”, avalia o presidente do PSB. Neste domingo (19). aconteceu o primeiro encontro público do ex-presidente Lula e o ex-governador Gerado Alckmin num evento do Grupo Prerrogativas.

Agenda