Cotação do dia

USD/BRL
EUR/USD
USD/JPY
GBP/USD
GBP/BRL
Trigo
R$ 115,00
Soja
R$ 180,00
Milho
R$ 82,00

Tempo

Jerusalem Post: oferta de Putin a Zelensky é rendição total ou destruição da Ucrânia

Bastidor do encontro entre Naftali Bennet e Putin apresenta cenário dramático da guerra

8 de março de 2022, 14:29 h

 

Naftali Bennett e Vladimir Putin em Moscou (Foto: Kobi Gideon)

 

 

 

247 – O jornal Jerusalem Post publicou nesta terça-feira (8) reportagem com os bastidores do encontro entre o primeiro-ministro de Israel, Naftali Bennett, e Vladimir Putin em Moscou, no último sábado, em pleno shabat. “A Rússia ofereceu uma versão ‘final’ de sua oferta” a Volodymyr Zelensky e disse que a opção do presidente ucranianao é precisa: “aceitar ou recusar”. Os termos seriam: 1) reconhecimento das repúblicas de Donetsk e Luhansk; 2) promessa de não adesão à OTAN e neutralidade; 3) redução do exército ucraniano a uma força simbólica. “Se ele recusar a proposta -afirmou o jornal israelita- o resultado pode ser terrível: milhares, talvez dezenas de milhares de ucranianos morrerão e há uma grande probabilidade de que seu país perca completamente sua independência”.

Se o presidente da Ucrânia rejeitar a proposta, a previsão do presidente francês Emmanuel Macron de que "o pior está diante de nós" deve se concretizar. “Nesse cenário, Putin ordenará que seu exército coloque o pé no acelerador e mude a face da Ucrânia”, escreveu o jornalista Ben Caspit. A proposta teria sido considerada "difícil", mas não "impossível", segundo os ucranianos, informou o jornal. Na conclusão da reportagem, o jornal israelense infere: “Putin está determinado, e as complicações crescentes desde a invasão não o deterão. Pelo contrário, ele não pode voltar atrás; quanto mais a guerra se tornar difícil e as baixas aumentarem, mais ele será pressionado a mostrar conquistas reais. A impressão é que, apesar das previsões de uma vitória rápida sobre o exército ucraniano terem se provado falsas, Putin está mais determinado do que nunca”.

Agenda