Cotação do dia

USD/BRL
EUR/USD
USD/JPY
GBP/USD
GBP/BRL
Trigo
R$ 115,00
Soja
R$ 180,00
Milho
R$ 82,00

Tempo

Pesquisa Real Time/Big Data aponta Onyx liderando corrida pelo Piratini

Candidatos bolsonaristas lideram cenários estimulados e induzidos

 

A Record TV divulgou nesta segunda-feira (18) uma nova rodada da pesquisa de intenções de voto Real Time/Big Data para o governo do Rio Grande do Sul. Nos dois cenários estimulados, o ex-ministro Onyx Lorenzoni (PL) lidera a corrida, mas há um expressivo contingente – mais de 40% nos dois cenários – de eleitores que ainda dizem que irão votar branco/nulo ou que dizem não saber ou não responderam. A pesquisa apresentou dois cenários principais, com ou sem ex-governador Eduardo Leite (PSDB). No primeiro deles, sem Leite, Onyx lidera com 20% das intenções de voto, seguido por Romildo Bolzan (PDT), 7%, Beto Albuquerque (PSB), 7%, Ranolfo Vieira Júnior (PSDB), 6%, Edegar Pretto (PT), 5%, Luiz Carlos Heinze (PP), 5%, Roberto Argente (PSC), 2%, e Gabriel Souza (MDB), 2%. Outros 33% disseram que irão votar branco ou nulo e 13% disseram não saber ou não responderam.

Já no segundo cenário, Leite tem 13%, mas Onyx segue liderando com 19%. Bolzan tem 6%, Beto, 5%, Pretto, 5%, Heinze, 5%, Argenta, 2%, Souza, 1%, branco/nulo, 30%, não sabe/não respondeu, 14%. A Real Time/Big Data não trouxe o nome de Pedro Ruas, pré-candidato do PSOL e que havia aparecido no levantamento anterior do instituto, realizado em janeiro. A pesquisa ainda apresentou uma série de cenários induzidos em que o nome do candidato aparece ao lado do apoio de um presidenciável. No primeiro deles, Onyx com apoio de Bolsonaro lidera com 25%, Pretto com apoio de Lula tem 16%, Bolzan com apoio de Ciro Gomes tem 11%, Souza com apoio de Leite tem 11%, brancos e nulos somam 12% e não sabem ou não responderam somam 25%.

No segundo cenário, Onyx é substituído por Heinze, que lidera com 23%, e Pretto por Beto, que aparece em segundo com 15%. Nos diversos cenários induzidos, Onyx oscila entre 21% e 25%, Heinze entre 21% e 23% (Onyx e Heinze não aparecem juntos em um mesmo cenário induzido), Pretto entre 15% e 16%, os mesmos números de Beto, Romildo oscila entre 10% e 11%, e Gabriel Souza e Ranolfo oscilam entre 11% e 13%. A Real Time/Big Data indica ainda que os candidatos bolsonaristas têm a maior rejeição do eleitorado, Onyx (38%) e Heinze (36%). Romildo e Beto são rejeitados por 30% do eleitorado, Pretto por 29%, Ranolfo por 28% e Souza por 25%. A pesquisa aponta também que Eduardo Leite é aprovado por 42% dos entrevistados e rejeitado por 40%, com os demais 18% dizendo que não sabem ou não responderam.

A pesquisa também trouxe a intenção de votos na disputa pelo Senado, que tem a liderança de Manuela D’Ávila (PCdoB), com 20%, no primeiro cenário, sendo seguida por Hamilton Mourão (Republicanos), com 16%, Ana Amélia Lemos (PSD), com 12%, José Ivo Sartori (MDB), com 10%, Nelson Marchezan Jr. (PSDB), com 4%, Romildo Bolzan (PDT), com 4%, Lasier Martins (Podemos), com 4%. Brancos e nulos somam 10% e 20% disseram não saber ou não responderam.

A pesquisa foi realizada com 1,2 mil pessoas entre os dias 15 e 16 de abril. A margem de erro é de 3 pontos percentuais.

 

 

Sul21///

Agenda